Antes que elas cresçam
Antes que elas cresçam
Autor
Affonso Romano de Sant Anna
Tradução e notas
***************
Adaptação
***************
Ilustrador
***************
Idioma
Português
Lançamento
03/2003
Acabamento
Capa Dura
Formato
16cm x 16cm
Páginas
72
Peso
150 g
ISBN - Livros
8588781123
ISBN - Digital
---------
Compre Agora

Sinopse
ANTES QUE ELAS CRESÇAM, de Affonso Romano de Sant'Anna, é uma crônica sobre o tempo, uma ode à paternidade e maternidade e nestes dias loucos de tantos compromissos e necessidades, quando ficamos sem o tempo necessário para estar com nossos pais e filhos.

Em capa dura e formato quadrado, ANTES QUE ELAS CRESÇAM ganha, nesta edição, uma apresentação, por meio de fotos de momentos familiares, sobre o passar dos anos, as alegrias, as relações, os sentimentos dos pais com os filhos. Escrita há quase vinte anos, a crônica emociona os leitores pela carga poética e pela atualidade.

Para o escritor Affonso Romano de Sant’Anna, a crônica é um gênero surpreendente, pois mistura jornalismo e literatura. “A crônica é um texto escrito para ser lido só no dia seguinte, mas se transforma num texto duradouro e eterno”, acredita ele. Affonso também acha que Antes que Elas Cresçam é um texto de duas mãos. “Sei que é muito usado em salas de aula, por isso muitos filhos presenteiam seus pais, mas muitos pais fazem questão de que seus filhos leiam”, comenta.

O escritor ressalta que a publicação de Antes que Elas Cresçam, que é uma verdadeira declaração de amor, possui uma vantagem muito especial. “O texto circula muito pela Internet e já havia notado algumas modificações que as próprias pessoas fazem. Uma versão impressa vem resguardar e tornar oficial a crônica”, afirma Affonso.

Affonso Romano de Sant’Anna diz que o texto é repleto de alegrias e surpresas e que não passa um dia sem alguém não lhe telefonar ou mandar algum recado sobre o conteúdo da crônica.
Compre em Nossos Parceiros

Conheça mais sobre Affonso Romano de Sant Anna


Nascido em Belo Horizonte - MG, a 27 de março de 1937; cursou a faculdade de Letras de Belo Horizonte, trabalhando para custear seus estudos universitários.

Em 1956, coordenou movimentos de Vanguarda e, no ano seguinte, engajou-se numa experiência diferente, o Madrigal Renascentista, onde usou sua bela voz de barítono, regida por Isaac Karabtchevsky. Em 1962, lançou seu primeiro livro, colocando nele seu desencanto sobre a atuação do poeta de hoje, que não possui a força dos poetas do século XIX. Nesse ensaio, analisou o desencontro do poeta no seu tempo e sua frustração pessoal. Estreou na poesia com o Canto a Palavra, publicado em 1971, mesmo ano em que se casou com, a também escritora, Marina Colassanti.

Foi Presidente da Fundação Biblioteca Nacional de 1990 a 1996. Ganhou o Prêmio Especial de Marketing - concedido pela Associação Brasileira de Marketing, pelo trabalho realizado na Biblioteca Nacional.



Do mesmo autor



EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

[email protected]