William Shakespeare


William Shakespeare - (1564-1616)

Dramaturgo, ator e poeta inglês teve as suas obras, traduzidas e apresentadas em todas as partes do mundo, tornando-o o mais célebre dos escritores ingleses. A consagração de Shakespeare deve-se aos seus notáveis e complexos personagens, à dinâmica das suas peças, obtida através da alternância de cenas curtas e rápidas, e, acima de tudo, à sutil e extraordinária riqueza dos seus versos brancos, que apresentam metáforas e retóricas elaboradas. Sabe-se que já trabalhava no teatro londrino em torno de 1592, porém nada se conhece a respeito da sua educação ou profissão anterior. Como ator e autor, trabalhou para a Companhia de Lorde Chamberlain (conhecida, a partir de 1603, como Companhia Real), o grupo mais importante a ocupar, desde 1599, o Globe Theatre, do qual era sócio.

William Shakespeare é autor (ou co-autor) de 38 peças conhecidas, que dividem a sua carreira em aproximadamente quatro períodos: No primeiro, compreendido até 1594, Shakespeare escreveu diferentes tipos de comédias, tais como O ESFORÇO DO AMOR PERDIDO, A COMÉDIA DOS ERROS, OS DOIS CAVALEIROS DE VERONA e A MEGERA DOMADA. A abordagem da história da Inglaterra, por ele elaborada em suas obras, teve início com primeira tetralogia, que compreende Henrique IV (em três partes) e Ricardo III.

Entre 1594 e 1599, permaneceu concentrando-se em comédias e peças históricas. As comédias deste período -- SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO, AS ALEGRES COMADRES DE WINDSOR, O MERCADOR DE VENEZA e MUITO BARULHO POR NADA -- são produto de sua melhor inspiração 'romântica', enquanto o domínio completo da narrativa aparece na segunda tetralogia: RICARDO III, HENRIQUE IV (em duas partes) e HENRIQUE V. Este período também inclui o drama histórico REI JOÃO e a tragédia sentimental ROMEU E JULIETA.

Na terceira fase, entre 1599 e 1608, Shakespeare abandonou a comédia romântica (exceto por A NOITE DE REIS) e a história inglesa, passando a produzir tragédias, peças de humor negro ou episódicas, como MEDIDA POR MEDIDA, TUDO ESTÁ BEM QUANDO ACABA BEM e TROILUS E CRISEIDA. De um modo geral, REI LEAR, MACBETH, HAMLET e OTELO são consideradas as suas quatro maiores tragédias.

A fase final da produção shakespeariana, que compreende o período entre 1608 e 1613, é dominada por um novo estilo de comédia, que aborda temas como a perda e a reconciliação: PÉRICLES, CIMBELINA, CONTO DE INVERNO e A TEMPESTADE, conhecidas como os seus últimos trabalhos românticos.



Obras do Autor



EDITORA LANDMARK LTDA.
Rua Alfredo Pujol, 285 - 12º andar - Santana - 02017-010 – São Paulo - SP - Brasil
Tel.: +55 (11) 2711 2566 / 2950 9095

[email protected]